terça-feira, 18 de agosto de 2009

BG da semana: Dueto e Duelo

Como todos que acompanham o Contos da Metrópole sabem, eu sou fanático por música. Faço delas um pano de fundo da minha vida. A cada passo, escolha ou mudança, é uma música que me motiva a tomar uma decisão. E outra coisa que gosto mais ainda é descobrir compositores antigos, músicas que nunca foram gravadas mas que guardam um perfeição impecável, além dos bastidores da música.

A pessoa ideal para essa fofoquinha do bem que é a descoberta dos bastisdores, é o grande crítico de música e colunista do Globo, Nelson Motta. O cara além de sacar pacas de música, seja ela internacional ou tupiniquim, conviveu na juventude, dentro das universidades, nos bares e nos eventos políticos, com grandes nomes de nossa música. Entre os mais próximos, você tem Chico, Edu Lobo, e como jornalista e produtor musical uma pencade nomes, como Lulu Santos - grane parceiro. Mas há uma convivência, ou melhor, uma grande amizade do Nelson Mota que vale a pena trazer à tona.

Nos meados dos anos 70, o crítico convivia em dois mundos: o próspero e esperançoso da cantora porto alegrense Elis Regina, que estava entrando em Estúdio para gravar o mais novo disco, com sua produção, e o mundo subterrâneio, aguniante e louco do gordinho da Tijuca, Tim Maia. Circulava nas salas de Motta as fitas de Tim com os sucessos Azul da Cor do Mar, Gostava Tanto de você, Coronel Antônio Bento. Certo dia, outra fita do Tim parou nas mãos de Nelson, mas ocupado com a gravação do disco da Elis, pouco deu atenção a fitinha, que cotinha um novo sucesso do Tim Maia.

Elis havia cobrado do Nelson Mota um nome novo, do momento, para gravar um dueto com uma música de autoria do novo parceiro. Ele despertou logo e prometeu levar um nome bombástico para Elis. O nome seria Tim Maia. Escutou as fitas e optou por uma música que misturava bossa nova e Soul, a belíssima These are the song. Tim foi chamado aos Estúdios e, com seu jeito carrancudo e interesseiro, foi logo dando ordens de como seria a gravação, sugerindo quase que impondo a Elis que ele cantaria a parte do Soul e ela, a da bossa. Acontece que ela não baixou a cabeça para o jeito um pouco austero do Síndico e disse: "vamos cantá-la juntos".

Quando Nelson Mota deu RecPlay na gravação de These are the song na voz de Elis e Tim juntos, sabia que estava vivenciando e tornando-se uma testemunha ocular do maior Dueto- Duelo da música popular brasileira. Duas vozes inconfudíveis, repletas de beleza, sincronia e suavidade. O BG da semana está de volta e com o grande sucesso, de autoria do Tim Maia, na voz de Tim e Elis. Aumenta o volume, simpatia.
video

2 comentários: